O projeto chinês de moradia que permite viver em Marte

Unidade habitacional projetada por escritório de arquitetura é autossustentável e não precisa de recursos da Terra para funcionar

     

    “Imagine que a humanidade se veja forçada a colonizar Marte (...) ali, não podemos depender de nossos recursos naturais (...) Ali, não temos escolha a não ser reduzir o consumo excessivo de nossos antigos estilos de vida e portar apenas o básico mínimo”, declara o texto de apresentação de uma casa que permitiria que humanos vivessem em Marte.

    Projetada pelo escritório de arquitetura chinês Open, o módulo habitacional prescinde de recursos da Terra para funcionar.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.