A aprovação de aulas a distância para o ensino médio

Órgão que assessora o Ministério da Educação aprovou tempo de estudo fora das salas de aula, mas medida ainda precisa ser homologada para entrar em vigor

 

O CNE (Conselho Nacional de Educação), que assessora o Ministério da Educação, aprovou em 8 de novembro de 2018 mudanças no funcionamento do ensino médio. O órgão decidiu que 20% da carga horária nessa etapa poderá ser oferecida à distância. No caso dos cursos noturnos, a porcentagem chega a 30%.

Também houve alteração em relação à EJA (Educação de Jovens e Adultos), que poderá ter 80% da carga horária cumprida fora da escola.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.