Quais as razões dos sinais de Bolsonaro ao MDB de Temer

Crítico ao modelo tradicional de fazer política, presidente eleito ensaia aproximação com o partido do atual governo e diz que espera ajuda

     

    Jair Bolsonaro está na vida pública há 30 anos. Neste período, passou por diversos partidos, alguns bem conhecidos, que integraram bases governistas dos mais variados governos, como PP e PTB. Mas o capitão reformado nunca foi da cúpula dessas legendas, tampouco ocupou posições de destaque em comissões temáticas da Câmara. Na prática, sempre esteve à margem do jogo político mais relevante dentro do Congresso Nacional.

    Em 2018, filiou-se ao pequeno PSL, com o qual venceu a disputa presidencial, ajudando o partido a se tornar a segunda maior bancada de deputados federais na próxima legislatura. Bolsonaro ascendeu com um discurso antissistema, aproveitando-se da crise que atingiu líderes políticos tradicionais em meio aos escândalos da Operação Lava Jato. Não teve seu nome envolvido em acusações e colocou a agenda de combate à corrupção como uma de suas prioridades.  

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.