O que muda com o superministério da Economia de Paulo Guedes

‘Posto Ipiranga’ de Bolsonaro vence disputas, concentra poder e terá cargo que une Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio

     

    O presidente eleito Jair Bolsonaro vai criar um superministério da área econômica que será comandado por Paulo Guedes. O anúncio foi feito na terça-feira (30) pelo futuro ministro da Casa Civil e chefe da equipe de transição de Bolsonaro, Onyx Lorenzoni.

    O Ministério da Economia vai unir as funções que atualmente são desempenhadas por três pastas diferentes: Fazenda; Planejamento, Orçamento e Gestão; e Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.