Por que a diferença entre Bolsonaro e Haddad caiu

Distância entre o líder do PSL e o petista era de 18 pontos percentuais. Agora, é de 12. O ‘Nexo’ entrevistou dois cientistas políticos para entender esse movimento

 

A pesquisa Datafolha divulgada na quinta-feira (25) revelou uma redução de seis pontos percentuais na vantagem do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL), sobre seu adversário, Fernando Haddad (PT).

A três dias do segundo turno, marcado para domingo (28), a distância entre os dois agora é de 12 pontos percentuais, levando em conta apenas a intenção de votos válidos, sem contar brancos, nulos e indecisos.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.