A nova estratégia do Japão para diminuir as jornadas dos trabalhadores

Medida visa desestimular prática de longos períodos de trabalho sem descanso e o acúmulo de extensos bancos de horas-extras em empresas do país

    O governo japonês tem um plano para incentivar sua população a trabalhar menos horas seguidas. A estratégia do Ministério da Economia, chamada de “segunda-feira brilhante”, estimula funcionários a chegar mais tarde ao trabalho no primeiro dia da semana. A ideia é que a medida possa criar um melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional dos japoneses.

    A proposta de descansos semanais mais extensos chegou a ser testada pelo próprio governo no último mês. No dia 27 de julho de 2018, uma segunda-feira, 30% dos funcionários do Ministério da Economia foram liberados para chegar ao escritório depois do almoço. Segundo o órgão, a ausência de centenas de seus colaboradores durante algumas horas não impactou negativamente as atividades.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.