Como explorar luas e planetas usando o Google Maps

Serviço de mapas permite navegação por Mercúrio, Vênus e Marte e identifica pontos de interesse, como crateras, por seus nomes

Com um celular conectado à internet qualquer pessoa pode acessar serviços de mapas e descobrir onde está, traçar rotas até o destino que desejar ou navegar pelo mundo olhando as cidades e suas estruturas de cima. O Google Maps, o mais popular dos aplicativos do gênero, foi além e acrescentou um modo de navegação que permite ao usuário viajar para fora da Terra e explorar a superfície de planetas como Vênus e luas como Titã (a maior de Saturno).

A possibilidade de “ir para o espaço” – restrita a usuários do Maps pelo computador – foi implementada no serviço em outubro de 2017. O Google diz estar no meio do caminho de “mapear a galáxia”.

Atualmente o número de “atrações” é limitado. Dentre os planetas, o turista espacial pode observar apenas três planetas além da Terra: Mercúrio, Vênus e Marte. Há ainda 15 “astros” que incluem planetas-anões (Ceres e Plutão), luas (Titã, de Saturno; Europa, de Júpiter), além da nossa Lua e a Estação Espacial Internacional.

Foto: Reprodução/Google Maps
Olhando de perto a lua Io, de Júpiter
Olhando de perto a lua Io, de Júpiter, mapeada pelo satélite Cassini

Em todos eles, é possível ver crateras e formações geológicas indicadas com seus nomes em pontos no mapa. No caso da Estação Espacial Internacional, aos moldes da navegação do Google Street View, o usuário pode conhecer as instalações, o que inclui a cúpula (com vista para a Terra) e um cubículo usado como banheiro pelos astronautas.

Foto: Reprodução/Google Maps
Visão de dentro da Estação Espacial Internacional
Visão de dentro da Estação Espacial Internacional

O roteiro ainda enxuto, olhando em perspectiva com as inúmeras possibilidades, se deve ao fato de o Google estar usando imagens capturadas pela missão Cassini-Huygens (1997-2017), uma parceria das agências espaciais americana (Nasa) e europeia (ESA), que teve por objetivo explorar as luas de Saturno. 

Para sair da Terra com o Google Maps, quem estiver em busca de algo um pouco mais mais emocionante do que apenas acessar o link direto (google.com/maps/space/earth) pode ajustar a visualização do serviço de mapas de “Mapa” para “Satélite” e afastar-se por meio do “zoom out”.

Foto: Reprodução/Google Maps
‘Mapa’ do planeta Vênus mostra suas crateras e formações geológicas pelo nome de cada uma
‘Mapa’ do planeta Vênus mostra suas crateras e formações geológicas pelo nome de cada uma

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante?

Entre aqui

Continue sua leitura

Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: