Por que os EUA se posicionaram contra a ONU sobre amamentação

Em maio de 2018, país fez ameaças comerciais a nações proponentes da resolução sobre incentivo ao aleitamento materno. Conflito demorou a ser divulgado por receio de retaliação

 

Centenas de delegados representantes de governos se reuniram em maio de 2018, em Genebra, para a Assembleia Mundial da Saúde, órgão de caráter decisório da Organização Mundial da Saúde, agência pertencente à ONU.

Entre as pautas debatidas estava uma resolução internacional de incentivo à amamentação baseada em décadas de pesquisas. A expectativa de uma aprovação fácil e rápida por parte dos delegados foi contrariada, no entanto, pela delegação dos Estados Unidos, que tentou bloqueá-la.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.