Qual a política da bola na Copa da Rússia de Putin

Evento da Fifa se encaixa na estratégia do líder que está a mais tempo no poder desde Josef Stálin

     

    Quando a Copa do Mundo da Rússia tiver início, nesta quinta-feira (14), os olhos do mundo estarão voltados para o desempenho da seleção anfitriã diante da Arábia Saudita, mas o significado desta partida, e de todo o evento, que se estende até o dia 15 de julho de 2018, vai muito além do futebol.

    Politicamente, esta Copa é uma conquista do atual presidente russo, Vladimir Putin. O governo injetou quase 60% dos R$ 38,4 bilhões gastos na preparação desse mundial.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.