Por que a política de preços da Petrobras está em xeque

Alta do petróleo e do dólar fazem aumentar o preço dos combustíveis no Brasil e induzem governo a estudar medidas

     

    O litro da gasolina comum chegou a ser vendido a R$ 5,26 na semana que terminou em 19 de maio, segundo dados oficiais da Agência Nacional do Petróleo. O valor é o mais alto já registrado pelo órgão responsável por regular o setor. O preço médio nos postos de gasolina, que chegou a R$ 4,28, também é o maior da história do Plano Real.

    Depois que a ANP terminou seu mais recente levantamento, a Petrobras já anunciou novos aumentos e uma redução no preço para refinarias. As mudanças impactam em seguida no consumidor final.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.