Por que a falta de negros é um problema na novela ‘Segundo Sol’

Produção da TV Globo que se passa na Bahia foi criticada nas redes sociais e fez emissora ser notificada pelo Ministério Público do Trabalho

A nova novela da TV Globo a ocupar o nobre horário das 21h na grade da emissora está sendo criticada por escalar um elenco majoritariamente branco. A trama que se passa no estado mais negro do Brasil, a Bahia.

Enquanto fora da ficção 76,3% da sua população se declara preta ou parda, na obra “Segundo Sol”, que estreou na segunda-feira (14), dos 26 atores e atrizes do elenco, apenas três são negros.

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.