Qual a política de dados abertos de grandes cidades brasileiras

Pesquisa analisa 136 bancos de dados de oito municípios e conclui que menos de um quarto deles é adequado. Foram apontados 429 problemas diferentes

     

    O acesso a dados da administração pública pode dar à população uma poderosa ferramenta de controle do exercício da política. Mas nas cidades brasileiras o fácil acesso a informações ainda é raridade.

    A Dapp (Diretoria de Análise de Políticas Públicas) da Fundação Getúlio Vargas e a Open Knowlege Brasil divulgaram na terça-feira (8) o Índice de Dados Abertos para Cidades.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.