As causas dos problemas de moradia em São Paulo, segundo 2 especialistas

Arquitetos ouvidos pelo ‘Nexo’ dizem que construções ociosas podem ser solução para deficit habitacional na cidade

O prédio que desabou na madrugada de terça-feira (1) no centro de São Paulo após um incêndio servia de abrigo para cerca de 150 famílias. O edifício é patrimônio da União – nele funcionou, na década de 1980, a sede da Polícia Federal – e foi alvo de uma série de ocupações desde 2011.

Uma parte dos moradores que viviam no prédio conseguiu escapar do acidente. Não há vítimas fatais confirmadas até o momento pelo Corpo de Bombeiros, embora a corporação trabalhe com a hipótese de haver pessoas desaparecidas. Uma delas seria um homem que estava sendo resgatado por um bombeiro no momento que o prédio veio abaixo.

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.