O que é a Unasul. E como mudanças políticas regionais ameaçam o bloco

O Brasil e mais 5 países suspenderam participação em entidade, que atravessa período de instabilidade com menos governos alinhados à esquerda na América do Sul

    Os governos do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai e Peru resolveram suspender suas atividades no bloco regional Unasul (União das Nações Sul-Americanas). A decisão foi confirmada publicamente no dia 20 de abril, após uma carta escrita em conjunto pelos ministros das Relações Exteriores desses seis países.

    • Quem suspendeu momentaneamente as atividades: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e Peru
    • Quem permanece normalmente: Bolívia, Equador, Guiana, Suriname, Uruguai e Venezuela

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.