A plataforma on-line com 74 games de mão antigos

Em suas primeiras versões, jogos como Mortal Kombat, Donkey Kong ou Sonic eram vendidos individualmente em aparelhos customizados

     

    Ao lado de plataformas versáteis como Atari, Super Nintendo ou Playstation, que permitem acessar diversos jogos, a história dos videogames é composta também por jogos acessáveis em aparelhos isolados.

    É o caso do Tamagotchi, o bichinho virtual que vivia em um pequeno aparelho que podia ser transportado como um chaveiro pelo dono. Algumas das primeiras versões das franquias Sonic, Mortal Kombat ou Donkey Kong também eram disponibilizadas em aparelhos específicos, com uma identidade visual própria ao jogo que traziam.

    Lançada em março de 2018, Handheld History concentra 74 desses jogos vendidos em lojas de brinquedos nos primórdios da história do videogame. A ideia dos organizadores é fazer a lista crescer. A plataforma é uma sessão do site The Internet Archive, uma organização sem fins lucrativos que coleta e organiza artefatos culturais digitais.

    Handheld History foca em jogos lançados entre as décadas de 1970 e 1990, em aparelhos de mão, mas também em consoles maiores, que tinham que ser colocados sobre a mesa. A Handheld History foi destacada em uma publicação de abril de 2018 pelo site Hyperallergic.

    Em uma nota no blog do Internet Archive em que fala do lançamento da Handheld History, o historiador da tecnologia Jason Scott escreve: “Frequentemente vendidos com preços baixos o suficiente para que fossem selados em plástico nas mesmas lojas que conjuntos de chaves de fenda ou lanternas, esses pequenos sistemas tentavam concentrar a maior quantidade de jogos em uma mesma caixa customizada de plástico, alimentada por baterias”.

    O trabalho de arquivamento também inclui imagens dos manuais originais desses jogos. No blog, Scott traz exemplos de como alguns dos jogos mais antigos foram primeiramente vendidos em máquinas enormes disponíveis em estabelecimentos comerciais, depois relançados em aparelhos menores, para consumidores individuais em lojas de brinquedos. Agora, os mesmos jogos são relançados na internet.

     

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Já é assinante?

    Entre aqui

    Continue sua leitura

    Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: