O acervo biográfico que conta a história mundial da fotografia

O chamado ‘Catálogo de Identidades Fotográficas’ da Biblioteca Pública de Nova York permite buscar fotógrafos por país, gênero, processo fotográfico e ano de atuação

    Temas
     

    Graças a trabalhos de digitalização de acervo, encontrar fotos do século retrasado acessíveis na internet deixou de ser uma tarefa complicada. Uma base on-line, no entanto, se dedicou a um objetivo um pouco distinto: deixar ao alcance virtual do público não as fotografias propriamente, mas o maior número de informações a respeito de quem deu vida a elas.

    É o que faz o Catálogo de Identidades Fotográficas – ou PIC, na sigla em inglês – da Biblioteca Pública de Nova York com seu acervo biográfico com registros de mais de 120 mil fotógrafos e coleções. O trabalho, capitaneado pelo especialista em fotografia da instituição David Lowe, levou 13 anos para ficar pronto.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.