Como os novos relógios atômicos podem redefinir o segundo

O modelo mais preciso da atualidade atrasa um décimo de segundo a cada 13,8 bilhões de anos. Melhorar essa marca, porém, segue sendo importante para os cientistas

O segundo é a unidade oficial de medida de tempo adotada pelo SI (Sistema Internacional de Unidades). Até a década de 1960, ele era definido como a “fração 1/86.400 de um dia solar médio”. A conta é simples: como um dia tem 24 horas, cada hora tem 60 minutos e cada minuto, 60 segundos, o total de segundos em um dia é de 86.400. Ou seja, 1 segundo seria a menor parte do tempo total que a Terra demora para completar o movimento de rotação - dar a volta em torno de si mesma.

A definição, porém, não é correta. Isso porque o movimento terrestre em questão não é constante. Graças a fatores como a ação gravitacional da Lua, por exemplo, a rotação da Terra vem ficando cada vez mais lenta, o que impacta diretamente a duração dos nossos dias.

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.