Redes sociais e TV: qual o peso de cada meio nas eleições de 2018

A internet chegou ao centro da política. Dois especialistas avaliam ao ‘Nexo’ qual deve ser o impacto das redes nas disputas eleitorais

 

Desde a primeira disputa presidencial com voto direto pós-ditadura militar, em 1989, os candidatos que buscam o Palácio do Planalto adotam uma estratégia muito similar para tentar se eleger.

No momento pré-campanha, concorrem, entre si, pelo apoio de partidos com grande número de deputados a fim de conseguir o máximo de tempo possível de propaganda de rádio e TV, por meio dos quais vão se apresentar ao público durante o período eleitoral.

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.