As obras de ficção científica escritas por mulheres dos séculos 17 ao 20

Tradição literária de autoras que criaram narrativas utópicas e questionadoras de papéis de gênero é resumida por uma lista on-line

     

    Uma lista hospedada no site da biblioteca da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, enumera autoras inglesas e americanas de utopias e obras de ficção científica, que datam a partir de 1621. Textos de algumas delas estão disponíveis em inglês, linkados na própria lista.

    A ficção científica escrita por mulheres, com viés feminista, tem se popularizado recentemente a partir de adaptações audiovisuais de algumas obras, como é o caso de “O Conto da Aia”, da canadense Margaret Atwood e, inclusive, de edições brasileiras de obras de Charlotte Perkins Gilman (1860-1935), Ursula K. Le Guin (1929-2018) e Octavia Butler (1947-2006).

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.