Quanto a prática de ‘sexting’ cresce entre jovens, segundo este estudo

Análise de dados de dezenas de pesquisas sobre o tema aponta que, em média, 1 a cada 7 jovens envia mensagens com conteúdo sexual

A prática de trocar mensagens com conteúdo sexual – sejam em texto, fotos ou vídeos – está se tornando mais comum entre jovens, bem como o repasse dessas mensagens a terceiros sem a devida permissão.

A afirmação vem de um estudo publicado em 26 de fevereiro que faz uma meta-análise – combinação de resultados de diversas pesquisas sobre o mesmo tema – de 39 trabalhos que envolvem, juntos, mais de 110 mil jovens com idades entre 12 e 17 anos de diversos países do mundo.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.