Ir direto ao conteúdo

A animação que usa estética de games para explicar Simone de Beauvoir

Site resgata personagens de jogos para apresentar conceitos filosóficos e pensadores

     

    Protagonista do jogo Metroid, para Nintendo, Samus Aran usa uma armadura que cobre todo o seu corpo. Só após vencer a última batalha do game, os jogadores podem ver Samus sem a roupa. Para a surpresa de muitos, Samus é mulher.

    Samus, a heroína do jogo lançado em 1986, é a personagem usada pelo site 8-Bit Philosophy para explicar, em uma animação lançada em 2014, alguns dos conceitos centrais da obra da filósofa francesa Simone de Beauvoir (1908-1986). O vídeo usa a estética de games para tentar explicar uma das principais questões colocadas pela filósofa: o que significa ser mulher?

    “Em seu livro ‘O Segundo Sexo’, ela afirmou que mulher é ‘o outro’. Mulher não é homem, e o homem historicamente definiu o que é ser humano”, diz o narrador do vídeo. Assim, as mulheres vivem em uma realidade de opressão de gênero e, para garantir sua liberdade, precisam “subir uma escada social, enquanto homens sobem pelo elevador.”

    Assim como seu parceiro, o escritor e filósofo Jean-Paul Sartre (1905-1980), Beauvoir acreditava que as pessoas não são nada sem suas ações, e que elas são definidas pelas escolhas que fazem. As mulheres, porém, veem sua identidade definida como “o outro” por um mundo predominantemente masculino. Segundo o narrador, Beauvoir defendia que, apesar de ter sua liberdade limitada, as mulheres podem ser livres.

    O vídeo usa ainda outras imagens da cultura pop e dos games, como os Flintstones e Mario Bros, para explicar a relação entre homens e mulheres - por exemplo, como quando o homem aparece como um salvador, e a mulher, como uma donzela em perigo. “O homem é um sujeito, enquanto a mulher é um objeto de posse. E, quando a mulher é vista, é puramente como um objeto biológico ou sexual”, afirma o narrador.  

    O 8-Bit Philosophy, do Wisecrack, hospeda e produz vídeos didáticos, explicando conceitos filosóficos e apresentando pensadores importantes com estética de videogame. A Alegoria da Caverna, de Platão, é explicada por meio de “The Legend of Zelda”. Ideais de Sócrates, Thomas Hobbes, Jean-Jacques Rousseau e Michel Foucault também são apresentados em linguagem de games. 

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Já é assinante?

    Entre aqui

    Continue sua leitura

    Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: