O que se sabe sobre o objeto que passou por nosso Sistema Solar

Formato alongado do corpo celeste é diferente do que a astronomia está acostumada a observar em cometas e asteroides

     

    Duas equipes de astrônomos detectaram, em 19 de outubro de 2017, a passagem de um objeto por nosso Sistema Solar com características bastante peculiares.

    Batizado de ‘Oumuamua (1I/2017 U1), palavra havaiana que significa mensageiro ou escoteiro, o asteroide tem "pelo menos" 400 metros de comprimento, de acordo com a Nasa, mas há estimativas que falam em 800 metros. O cálculo do diâmetro também varia: relatório do astrônomo David Jewitt, um dos primeiros a avistar o asteroide, descreve uma medida de 110 metros. O formato alongado é pouco comum para os corpos celestes.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.