Ir direto ao conteúdo

Por que Itu, no interior de São Paulo, virou capital do Brasil por um dia

Michel Temer transferiu a sede do governo federal para a cidade nesta quarta-feira (15)

    Oficialmente, o Brasil teve três capitais ao longo de sua história: Salvador, Rio de Janeiro e Brasília. E Itu, com seus 150 mil habitantes no interior de São Paulo, vai entrar no mesmo rol dessas três metrópoles brasileiras. Mas somente por um dia, em caráter simbólico.

    Nesta quarta-feira (15), dia da Proclamação da República, o presidente Michel Temer transferiu simbolicamente a capital federal para Itu, durante um dia. Mudanças de capital como essa estão previstas na lei. Temer passará o dia na cidade paulista, onde participará de solenidades e trabalhará no escritório da prefeitura.

    É uma forma de o governo federal homenagear a cidade paulista, importante no movimento republicano brasileiro, no século 19.

    Em 1873, ocorreu a Convenção Republicana de Itu, uma reunião entre políticos e cafeicultores. A reunião é considerada o marco originário do movimento republicano, pois a partir dali foi fundado o Partido Republicano Paulista. Encontros informais e de menor proporção entre republicanos já aconteciam em Itu antes de 1873.

    Uma das pessoas presentes na convenção era Prudente de Moraes, natural de Itu, que viria a ser o primeiro presidente civil da história do Brasil, entre 1894 e 1898. Os dois presidentes que o antecederam eram militares: Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto. O Brasil deixou de ser uma monarquia e virou uma república em 15 de novembro de 1889.

    Antecedente

    Em 1989, enquanto ocupava interinamente a Presidência da República em razão de uma viagem do então presidente José Sarney ao exterior, Antônio Paes de Andrade, então presidente da Câmara dos Deputados, transferiu a capital federal para Mombaça, sua cidade natal no interior do Ceará, por um dia.

    Foi em 25 de fevereiro daquele ano. Uma comitiva do governo chegou de avião a Mombaça. Paes de Andrade fez um discurso à população local e participou de algumas solenidades na cidade.

    Capitais estaduais também já mudaram

    O rito de homenagear cidades menores em datas comemorativas também acontece na esfera estadual — e com frequência. Entre os estados que já transferiram por um dia a capital estão Alagoas, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco e Santa Catarina. O Nexo reuniu alguns casos recentes de mudança simbólica de capitais estaduais:

    Alagoas

    • Capital: de Maceió para Marechal Deodoro, todo 15 de novembro desde 2010
    • Ocasião: dia da Proclamação da República. O marechal Deodoro da Fonseca, primeiro presidente da história do Brasil e um dos principais integrantes do movimento republicano brasileiro, nasceu na cidade. Com o nome de Alagoas da Lagoa do Sul, foi a capital alagoana de 1817 a 1839. Foi renomeada em homenagem ao marechal em 1939

    Bahia

    • Capital: de Salvador para Cachoeira, todo 25 de junho desde 2008, e para Porto Seguro, todo 22 de abril desde 2016
    • Ocasião: no caso de Cachoeira, a data marca o início das lutas na cidade pela Independência do Brasil, em 1822 (no estado, se celebra a Independência da Bahia, de 2 de julho de 1823). No caso de Porto Seguro, foi a cidade aonde chegaram os primeiros navegantes portugueses no que viria a se tornar o Brasil, em 1500

    Goiás

    • Capital: de Goiânia para a cidade de Goiás, todo 25 de julho desde 1983, para Santa Cruz de Goiás, em 27 de agosto de 2017, para Palmeiras de Goiás, em 6 de julho de 2017, e para Trindade, em 1º de setembro de 2017
    • Ocasião: aniversário da cidade de Goiás (capital estadual antes de Goiânia), aniversário de 288 anos de Santa Cruz de Goiás, aniversário de 112 anos de Palmeiras de Goiás, aniversário de 97 anos de Trindade. Em 2017, o governador Marconi Perillo (PSDB) fez uma caravana pelo estado para apresentar seu programa Goiás na Frente e transferiu simbolicamente a capital para diferentes municípios

    Mato Grosso

    • Capital: de Cuiabá para Vila Bela da Santíssima Trindade, todo 19 de março desde 2016
    • Ocasião: a cidade foi a primeira capital mato-grossense, até 1821, e celebra seu aniversário de fundação em 19 de março

    Minas Gerais

    • Capital: de Belo Horizonte para Mariana, todo 16 de julho desde 1945
    • Ocasião: em 16 de julho se comemora o Dia de Minas e o aniversário de Mariana, que tem a alcunha de “berço da civilização mineira”. Mariana foi a primeira cidade e a primeira capital de Minas Gerais

    Pernambuco

    • Capital: de Recife para Caruaru, em 18 de maio de 2007, e para Cabo de Santo Agostinho, em 10 de julho de 2017
    • Ocasião: aniversários de Caruaru (150 anos, uma das principais cidades pernambucanas) e de Cabo de Santo Agostinho (140 anos)

    Santa Catarina

    • Capital: de Florianópolis para São Francisco do Sul, todo 11 de agosto desde 2010
    • Ocasião: dia da criação da capitania de Santa Catarina, em 1738. São Francisco do Sul é a cidade catarinense mais antiga

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes

    Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

    Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
    Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!