Ir direto ao conteúdo

Qual a polêmica envolvendo relatos de estupro no TripAdvisor

Usuárias tiveram comentários apagados nos últimos anos; empresa reconheceu erro em um dos episódios

    O site de turismo TripAdvisor apagou mensagens de usuárias que denunciavam ocorrências de estupro em um resort no México. A denúncia veio à tona em uma matéria publicada na quarta-feira (1º) pelo The Journal Sentinel, de Milwaukee, nos Estados Unidos. O site publicou um comunicado pedindo desculpas à usuária que teve sua mensagem apagada.

    Kristie Love, do Texas, relatou que foi estuprada por um segurança do resort. O caso e a postagem aconteceram em 2010. Desde então, duas outras mulheres foram abusadas sexualmente no mesmo estabelecimento. Estas também tiveram seus relatos removidos pelo TripAdvisor.

    A publicação apurou ainda diversos outros casos de comentários removidos de perfis de estabelecimentos ou de fóruns de discussão por conterem menções a episódios de estupro, agressão e golpes do tipo “Boa Noite, Cinderela”.

    Em resposta à matéria, a empresa emitiu um comunicado se desculpando com Kristie Love. Se dizendo “horrorizada” com o episódio, o TripAdvisor reconheceu que era importante que outros usuários tivessem conhecimento da informação.

    Em sua resposta, a TripAdvisor justificou a remoção dizendo que suas diretrizes sobre comentários antes eram mais "rígidas" e não permitiam linguagem que fosse imprópria para menores de 17 anos. Para a empresa, a menção a um estupro feria essas diretrizes. Com uma nova política, comentários desse teor passaram a ficar livres de restrição.

    “Alguns anos atrás, mudamos esta política para permitir resenhas mais descritivas no site sobre relatos em primeira pessoa de incidentes sérios como estupro e agressão”, diz o texto do comunicado. O comentário foi recolocado no site.

    Não houve menção aos outros relatos apagados no comunicado da empresa. A justificativa apresentada pelo site à época de sua remoção era de que se baseavam em boatos e não eram relatos em primeira pessoa.

    O alcance do TripAdvisor

    Fundado em 2000, o TripAdvisor é hoje o principal site de viagens do mundo. De acordo com dados do relatório anual da empresa de 2015, o site tem 315 milhões de membros cadastrados e 500 milhões de resenhas e opiniões de usuários sobre hotéis, restaurantes e atrações turísticas.

    Quando se busca por avaliações de estabelecimentos no Google, a avaliação do TripAdvisor geralmente aparece no topo dos resultados de buscas. Resenhas negativas podem ter reflexos ruins para um estabelecimento.

    O TripAdvisor mantém diversas parcerias comerciais com cadeias de hotéis e sites de reservas, como Booking e Expedia. Além disso, estabelecimentos podem anunciar no site. De acordo com a empresa, existe uma clara separação entre estes negócios e o conteúdo gerado pelos usuários, que não seriam afetados por interesses comerciais.

    No passado, o sistema do TripAdvisor já foi acusado de ser passível de manipulação. Um jornal italiano criou um perfil para um restaurante que não existia. Por meio de resenhas falsas, conseguiu que o local fosse o mais bem votado da cidade onde estaria localizado.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

    Já é assinante?

    Entre aqui

    Continue sua leitura

    Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: