A nova droga na epidemia de overdoses nos EUA. E a situação no Brasil

Das 64 mil mortes por excesso de uso de substâncias em 2016 nos Estados Unidos, 20.145 foram por opiáceos sintéticos, uma categoria dominada pelo fentanil

Os Estados Unidos têm enfrentado um grande aumento do número de casos de morte causadas por overdose de drogas nos últimos anos. Esse dado é apontado como um dos pontos que levaram em 2015 à primeira queda na expectativa de vida do país em um período de 23 anos.

O problema segue aumentando. Segundo dados preliminares do CDC (sigla para o nome em inglês do Centro de Controle de Doenças), uma agência governamental dedicada a promover a saúde no país, houve em 2016 um aumento de 21% no número de overdoses no país.

PARA CONTINUAR LENDO,
TORNE-SE UM ASSINANTE

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.