Como redes sociais lidam com o controle de informação por governos

Al Jazeera teve seu conteúdo retirado da sessão Discover do Snapchat na Arábia Saudita. E esse é apenas o exemplo mais recente

     

    O Snapchat informou no domingo (17) que removeu todo o conteúdo da rede de notícias Al Jazeera, controlada pelo governo do Qatar, de uma sessão específica do seu aplicativo para os usuários da Arábia Saudita. A empresa americana controla uma das maiores redes sociais do mundo e disse que a decisão seguiu um pedido do governo saudita.

    Desde maio de 2017 a Al Jazeera disponibiliza notícias e reportagens em vídeo para os usuários do Snapchat em 30 países — sobretudo nos vizinhos do Oriente Médio — por meio da tela Discover do aplicativo. Essa sessão do Snapchat reúne conteúdo produzido por diferentes empresas jornalísticas e de entretenimento.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.