Quanto a população brasileira já perdeu com a crise econômica

PIB encolheu e população aumentou nos últimos anos. Combinação significa um retrocesso ainda maior no cálculo per capita

     

    No segundo trimestre de 2014 o Brasil entrou em uma das mais profundas e duradouras crises econômicas de sua história. O processo de desaceleração da economia iniciado ali resultou em 6,5 milhões de desempregados a mais, seguidas quedas tanto no consumo das famílias quanto na produção das indústrias e nas vendas do comércio. Uma crise econômica que resultou em um grave problema social.

    O PIB (Produto Interno Bruto) era, no último trimestre de 2016, 8,6% menor do que no início de 2014. Isso significa que o país produziu, transformou, vendeu e consumiu menos do que fazia dois anos antes.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.