As ideias novas são cada vez mais raras? Este estudo diz que sim

Indústria nos EUA precisa contratar cada vez mais pesquisadores para obter o mesmo nível de crescimento, indicando crise na criatividade

    A cada 13 anos os Estados Unidos precisam dobrar o número de pesquisadores para conseguir manter o mesmo nível de desenvolvimento em suas indústrias. Os números indicam que a criatividade vive uma queda constante desde a década de 1930, e por isso é preciso ter cada vez mais gente trabalhando para compensar a “crise de ideias”.

    A conclusão é de três pesquisadores da Universidade de Stanford e um do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), que publicaram em conjunto a pesquisa “Está mais difícil ter ideias?”.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.