Como a realidade virtual está sendo usada para tratamento de fobias

Recente popularização da tecnologia contribuiu para a disseminação do seu uso, que tem exemplos no Brasil

    Profissionais da psicologia ao redor do mundo vêm adotando ferramentas de realidade virtual para garantir maior eficiência ao seu trabalho. A possibilidade de permitir que um paciente experimente uma situação sem ter de lidar com a tensão da vida real tem funcionado como uma resposta eficiente para o tratamento de transtornos de estresse pós-traumático e de ansiedade, como fobias.

    Na psicologia, uma das técnicas para fazer com que alguém supere um medo ou trauma é colocar, de modo gradual, um de frente para o outro. Se o medo é de altura, que vá se acostumando à vista do topo de um prédio. Se é de aranha, que tal se habituar a ver o bicho uma ou duas vezes por semana? A terapia parte da ideia de que a exposição dosada pode ajudar o paciente a responder fisicamente de um modo diferente à coisa que o apavora.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.