O que é a arquitetura parasita. E como ela ganha espaço em cidades

Projetos que utilizam prédios já existentes como estrutura para novas construções ganham força em zonas urbanas ao redor do mundo

     

    Um viaduto na cidade de Valência, na Espanha, se transformou na base de sustentação do miniescritório de Fernando Abellanas, designer local que construiu seu novo estúdio, à base de metal e madeira, embaixo da estrutura viária da cidade.

    Ao se aproveitar de um espaço existente subutilizado na cidade densamente povoada do sudeste espanhol, Abellanas deu forma a um conceito que se espalha cada vez mais ao redor de espaços urbanos de todo o mundo: a arquitetura parasita.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.