Ejacular em uma mulher sem consentimento é estupro? O que diz a lei

Episódio ocorrido dentro de um ônibus no dia 29 de agosto, em São Paulo, levanta a discussão sobre os tipos de crimes sexuais

     

    Pelo menos três ocorrências de violência sexual no transporte contra mulheres, ocorridas em São Paulo durante a última semana de agosto de 2017, foram largamente noticiadas.

    A primeira delas foi a denúncia feita nas redes sociais pela escritora Clara Averbuck, que acusa um motorista do Uber de ter cometido um estupro contra ela na madrugada do dia 29 de agosto. Depois, nos dias 29 e 30, houve dois casos de mulheres vítimas de atos sexuais não consentidos por homens dentro de dois ônibus que passavam pela Avenida Paulista durante o dia. 

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.