Por que o Uruguai é pioneiro em liberdades individuais na América Latina

Em medida inédita, país começa a comercializar maconha em farmácias. Histórico de inovação legal inclui questões como direito de voto das mulheres e união homoafetiva

    O Uruguai iniciou na quarta-feira (19) uma etapa inédita na política de drogas do país e do mundo: começou a vender maconha nas farmácias. Foi o primeiro país a legalizar e regular todo o processo de produção da erva.

    Do cultivo à comercialização, a produção é controlada pelo Estado, o que se distingue de outros países onde a maconha é legalizada, como a Holanda e alguns estados dos EUA, locais onde a iniciativa privada predomina no setor.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.