O que está em jogo na expansão do wi-fi público em São Paulo

Lei que pretende levar o serviço a todos os espaços públicos foi aprovada pelo prefeito João Doria, mas pode ter desdobramentos para privacidade de usuários

    O prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) sancionou, no dia 10 de julho, a lei que põe em vigor o Programa “Wi-Fi Livre Sampa”, cujo objetivo é prover acesso gratuito à internet “em todos os espaços e prédios públicos municipais” da cidade.

    O projeto é a continuação e expansão do programa “WiFi Livre SP”, iniciativa da gestão anterior, de Fernando Haddad (PT), que levava internet gratuita às praças e parques da capital paulista. 

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.