O que diz o projeto de lei que limita descontos sobre o livro no Brasil. E por que isso está em discussão

Política nacional recebeu parecer positivo do relator em junho e visa controlar grandes descontos dados pelas grandes varejistas

    Temas
     

    Desde 2015, tramita no Senado um projeto de lei que propõe uma política nacional para regular o preço do livro. Ela determina que o livro deve ser comercializado pelo preço determinado pela editora durante um ano após seu lançamento, impedindo o oferecimento de grandes descontos nesse período.

    A proposta obteve um parecer favorável do relator Lindbergh Farias (PT-RJ) no dia 21 de junho e segue para ser votado na CCJ, a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. Na prática, a medida tem o objetivo de regular os grandes descontos oferecidos por grandes cadeias de varejo, como Saraiva e Amazon, chegada ao Brasil no fim de 2012. Sem condições de competir à altura, a prática acaba limando livrarias independentes e pequenos livreiros do mercado.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.