Por que o Japão tem as menores taxas de obesidade do mundo

Índice de excesso de peso aumenta na maioria dos países, diz estudo. Com alimentação saudável e política pública, Japão contradiz tendência

 

O número de pessoas acima do peso ideal só aumenta no mundo. É o que mostra o mais recente - e mais abrangente - estudo sobre o assunto. A pesquisa compilou dados de 195 países, desde 1980 até 2015. Os dados apontam que cerca de 2,2 bilhões de pessoas no mundo, entre adultos e crianças, ou praticamente um terço da população mundial, pesa mais do que deveria.

Dentre esses 2,2 bilhões, estima-se que 605 milhões de adultos e 110 milhões de crianças estejam não só acima do peso, como obesas. A taxa de obesidade, segundo o estudo, dobrou em 73 países entre 1980 e 2015.  O estudo foi publicado em 12 de junho no respeitado “The New England Journal of Medicine”.

ASSINE O NEXO PARA
CONTINUAR LENDO

Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
SEM DIFICULDADES

Já é assinante, entre aqui

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.