O que é internação compulsória e qual é o debate em torno dela

Prefeitura de São Paulo pediu à Justiça autorização para internar à força, se necessário, dependentes químicos da cracolândia, depois de avaliação médica. Especialistas criticam aspecto genérico da medida

    Em uma ação conjunta da Prefeitura de São Paulo e do governo estadual, a cracolândia, região do centro da capital paulista onde dependentes químicos compram e usam livremente o crack, foi alvo de uma megaoperação policial no domingo (21).

    Cerca de 900 agentes, das polícias Militar e Civil, prenderam 51 pessoas, entre eles membros do PCC, derrubaram 34 barracas e retiraram as centenas de dependentes químicos do local. Foram usadas balas de borracha e bombas de efeito moral na retirada dos usuários de droga. Sem ter para onde ir, muitos ficaram nos arredores, também consumindo crack na rua.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.