Ir direto ao conteúdo

Esta extensão para o navegador Chrome quer te apresentar ‘100 milhões de livros’

Plug-in divulga um novo título literário a cada vez que se abre uma aba nova

    Foto: Reprodução
    Esta é a aparência da aba nova quando a extensão é instalada

    “Hoje em dia, algoritmos decidem o que vemos. Eles descobrem do que gostamos e continuam a nos dar mais do mesmo, nos fazendo ignorar todo o resto”, diz um texto escrito pelo criador da extensão para o Chrome “100 million books” (“100 milhões de livros”), para justificar sua criação. Usuários de outros navegadores podem usá-la tornando este link sua página inicial.

    Uma vez instalada, ela apresenta um novo livro a cada aba aberta. Quem se interessar pelo livro e quiser saber mais pode clicar para ser redirecionado para o site da Amazon ou da rede social de leituras Goodreads.

    A extensão traz informações básicas na página como capa, título do livro, autor e ano de publicação, além de um trecho da obra, em inglês. A lista completa de indicações da ferramenta, que será progressivamente acrescida de outros títulos, está disponível aqui.

    É possível favoritar os títulos interessantes, que ficam armazenados na ferramenta. Ela também mantém uma contagem, no canto superior direito, de quantos livros já foram mostrados desde que se começou a usá-la.

    A extensão inclui títulos de ficção e não ficção, publicações antigas e recentes, ciência e literatura. Há “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, série de ficção científica de Douglas Adams cujo primeiro volume foi publicado pela primeira vez em 1979, “Ulysses”, romance de James Joyce publicado em 1920 que é um marco literário do século 20 e “A Redoma de Vidro”, de Sylvia Plath, publicado em 1963. Todos esses foram traduzidos e publicados no Brasil.

    É possível sugerir livros, ideias e fazer críticas preenchendo este formulário.

    O criador, Steve Jain, já havia desenvolvido outras ferramentas e aplicativos ligados à descoberta de livros. Seu objetivo é “promover a diversidade de ideias”, que ele considera prejudicada devido à polarização criada pelos algoritmos.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes

    Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

    Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
    Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!