Quais os problemas do programa ‘Criança Feliz’, comandado pela primeira-dama

Corte de 350 mil vagas mostra dificuldades da primeira iniciativa social do governo para sair do papel

     

    O Programa Criança Feliz foi lançado há sete meses como a primeira investida do governo Michel Temer na área social. Mas a proposta ainda não produziu resultados, apesar de ter a primeira-dama Marcela Temer como embaixadora.

    As dificuldades para implementar o programa levou o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário a reduzir de 750 mil para 400 mil o número de crianças que deverão ser atendidas com apoio médico, pedagógico e psicológico em 2017.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.