O que há no projeto que tenta mudar os direitos do trabalhador rural

Proposta de deputado do PSDB sugere acordos coletivos, jornadas de até 12 horas e venda integral das férias. Para procurador-geral do Trabalho, texto ‘legaliza a escravidão’

     

    Enquanto Congresso e governo federal discutem as reformas da Previdência e trabalhista, um outro projeto de lei propõe alterações voltadas aos trabalhadores rurais. A proposta é de autoria do deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), para quem as mudanças vão reduzir os custos da produção e “gerar novos postos de trabalho” no campo.

    A reforma trabalhista aprovada na Câmara, em 27 de abril, não tratou especificamente do trabalhador rural. O projeto de lei número 6442, específico para a área, foi apresentado em novembro de 2016 e aguarda a formação de comissão especial, responsável para discutir a proposta antes de submetê-la à votação.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.