Quais os cálculos de Trump ao atacar a Síria

Apenas 2 meses depois de assumir a Casa Branca, presidente americano age unilateralmente, rompe impasse nas Nações Unidas e contraria a Rússia com ação militar

     

    O presidente dos EUA, Donald Trump, ordenou um ataque com uma bateria de 59 mísseis Tomahawk lançados a partir de navios de guerra americanos estacionados no Mediterrâneo contra a base aérea de Al Shayrat, na Síria, nesta quinta-feira (6).

     

    Junte-se ao Nexo!

    Fique informado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    Você pode cancelar quando quiser sem dificuldades

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.