O que há na ação que pede mais de R$ 100 milhões para os indígenas Xavante

Ministério Público Federal no Mato Grosso acusa Estado, União e empresários de expurgo e genocídio, e tenta reparar danos causados há mais de meio século

     

    Uma ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal do Estado do Mato Grosso pretende indenizar os Xavante em mais de R$ 100 milhões pelo que os procuradores classificam como uma política sistemática de extermínio, conduzida a partir dos anos 1960.

    A peça reconstitui em detalhe o que os procuradores entendem ter caracterizado um longo processo de escravização e de posterior expurgo e morte de centenas de indígenas.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.