Qual o impacto da ação civil da Lava Jato contra um partido político

Numa iniciativa inédita, operação acusa PP de improbidade administrativa e pede multa de R$ 2,3 bilhões

     

    Os procuradores da República responsáveis pela Operação Lava Jato apresentaram na quinta-feira (30) uma ação civil pública contra o Partido Progressista por danos causados à Petrobras.

    Entre multas e ressarcimento aos cofres públicos, o Ministério Público Federal pede que a sigla seja condenada ao pagamento de R$ 2,3 bilhões aos cofres públicos. É a primeira vez que a Lava Jato processa um partido na esfera cível.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.