Trio espanhol recebeu o principal prêmio da arquitetura mundial. Qual o reflexo da escolha

Pela primeira vez na história, Pritzker vai para grupo de três pessoas, numa sinalização sobre os rumos colaborativos da atividade

    Temas

    Um trio de arquitetos espanhóis recebeu, nesta quarta-feira (1º), o principal prêmio da arquitetura mundial, o Pritzker. É a primeira vez na história que a honraria é compartilhada por três profissionais. São eles Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramón Vilalta, do estúdio catalão RCR Arquitectes.

    Eles se conheceram na década de 1980 na ETSAV (Escuela Tècnica Superior d’Arquitectura del Vallès), em Barcelona, conforme conta Pigem em um vídeo oficial da organização do prêmio. Desde então, fundaram o estúdio no qual realizam projetos juntos, dividindo as assinaturas. A maior parte do trabalho do trio se localiza na região espanhola da Catalunha e na França.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.