Câmara deve votar terceirização após o Carnaval. O que está em jogo nessa medida

Projeto apresentado pelo governo Fernando Henrique Cardoso, em 1998, voltou à tona e tem o apoio da gestão Michel Temer

     

    O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que colocará em votação após a semana do Carnaval um projeto de lei que permite a ampliação do trabalho terceirizado no Brasil. O texto já tramitou pelo Senado e, se for aprovado pelos deputados, segue direto para a sanção do presidente Michel Temer.

    A iniciativa é uma das frentes em movimento com o apoio do governo para mudar as regras trabalhistas. Além dessa, o Palácio do Planalto quer aprovar um outro projeto de lei que permite que os acordos assinados pelos sindicatos com empregadores tratem de diversos temas e tenham força de lei.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.