Ir direto ao conteúdo

As 16 construções do ano, segundo o maior site de arquitetura do mundo

Premiação realizada anualmente inclui categorias como ‘casas’ e ‘reforma’. Edição 2017 contempla obras em 11 países

    Temas

    O ArchDaily, site de arquitetura mais acessado do mundo, divulgou no dia 9 de fevereiro as 16 construções do ano, segundo votos de 75 mil leitores. Dividida em categorias diferentes, a lista se refere às melhores edificações que foram publicadas no site durante 2016.

    A votação ocorre anualmente desde 2010, sempre em relação às obras postadas no site no ano anterior — o site foi criado em 2008. O prêmio tem caráter simbólico, ou seja, não há premiação em dinheiro para os escritórios de arquitetura e profissionais envolvidos nos projetos vencedores.

    Há construções em 11 países na lista de 2017 do ArchDaily, incluindo Argentina, México, Portugal e Tailândia.

    Uma semana depois de divulgar a lista, o site também publicou as histórias por trás de cada construção. A capela no interior da Argentina está situada em um local sem eletricidade, e a cruz no interior da igreja é feita pela sombra da luz do sol. O centro de tratamento de câncer em Manchester, na Inglaterra, leva o nome da escritora escocesa Maggie Keswick, que nos anos 1990 teve a doença e reclamou do ambiente fechado e hostil dos hospitais e de como eles dificultavam a recuperação dos pacientes — hoje há cerca de 20 centros Maggie’s no Reino Unido, e a arquitetura aberta deles é o principal diferencial.

    Veja abaixo as categorias, os autores e onde está cada uma das 16 construções:

    ESTAVA ERRADO: A primeira versão deste texto não apresentava informações sobre a autoria das construções. Essas informações foram acrescentadas às 16h58 do dia 20 de fevereiro de 2017.

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa Equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project. Saiba mais.

    Mais recentes

    Você ainda tem 2 conteúdos grátis neste mês.

    Informação com clareza, equilíbrio e qualidade.
    Apoie o jornalismo independente. Junte-se ao Nexo!