Ir direto ao conteúdo

O que as buscas por comida dizem sobre tendências e sazonalidade

Dados do ‘Google Trends’ reunidos em plataforma mostram popularidade de pratos, ingredientes e drinks

 

Quinoa e chia estão em alta. O cosmopolitan viveu seu auge em 2004, popularizado pela série “Sex and the City”. E todo ano é ano de dieta - mais especificamente, os primeiros meses, quando as pessoas provavelmente buscam cumprir suas resoluções de ano novo. O veganismo está em alta; a gastronomia molecular, em decadência.

O súbito interesse por determinado tipo de alimentação ou comida pode ser visto, em gráficos, na plataforma “O Ritmo da Comida”. Fruto de uma parceria do “Google News Lab”,  com o laboratório de visualização de dados Moritz Stefaner, ela permite que se navegue em dados de buscas feitas nos Estados Unidos por pratos, ingredientes e tipos de dietas, coletados ao longo de 12 anos - entre 2004 e 2016.

A ferramenta demonstra como o interesse por determinadas comidas aumenta em datas específicas, como nas festas de Natal, e como a busca pelo termo “dieta” aumenta exponencialmente em janeiro:

Foto: Reprodução
A ferramenta mostra, por exemplo, o aumento do interesse por determinadas comidas e datas como Natal

É possível explorar os dados por tipo de comida, entre confeitaria, pratos, vegetais, ervas e temperos, drinks, frutas e bebidas. E refinar mais ainda para saber quais comidas de cada categoria são as mais procuradas em cada estação do ano, além de ser possível selecionar o período.

Há, ainda, a possibilidade de descobrir quais comidas têm seu pico de popularidade em ocasiões especiais, quais são bastante procuradas o ano todo - como cheeseburger, cerveja e sushi - e quais estão ou estiveram “na moda”.

7 fatos sobre o interesse por comida hoje

O boom das ‘supercomidas’

Assim como a couve-flor, outros alimentos entraram no mapa de muita gente depois de terem seus benefícios anunciados na mídia. É o caso da quinoa e das sementes de chia, por exemplo, desconhecidas antes e muito populares hoje com a febre dos alimentos funcionais - aqueles que oferecem, além de suas funções nutricionais, algum benefício adicional à saúde.

Foto: Reprodução
Com a febre dos alimentos funcionais, a Chia ganha tem acréscimo de busca

Foto: Reprodução
Além de função nutricional, a quinoa apresenta, ainda, beneficios à saúde

O marketing em torno desses alimentos, no entanto, é criticado por alguns nutricionistas por sugerirem “soluções mágicas”, em vez de uma reestruturação completa na dieta de uma pessoa.

O efeito frio

Nos meses de inverno (de dezembro a março, no hemisfério norte) há uma intensa procura por chocolate quente, sopa e outros alimentos reconfortantes:

Foto: Reprodução
O gráfico mostra o aumento de busca por alimentos quentes durante o inverno no hemisfério norte
 

No verão, ‘cold brew’

Como é de se esperar, no verão se popularizam as receitas de salada e alimentos refrescantes, como o pepino. Nos últimos anos, entretanto, houve um aumento no interesse por café ‘cold brew’, variação da bebida extraída com água gelada:

Foto: Reprodução
Saladas e alimentos refrescantes tem alta esperada para o verão

O entusiasmo pela couve-flor

A couve-flor cresceu em popularidade em 2014, quando blogueiros de comida passaram a exaltar suas qualidades:

Foto: Reprodução
Com a popularização de blogueiros de comida e seu apreço por couve-flor, a popularidade da hortaliça cresceu em 2014
 

A era do negroni

O negroni está na moda. O drink tem tido uma súbita alta na procura nos termos de busca nos últimos anos:

Foto: Reprodução
A alta representada nas buscas pelo drink surpreendeu
 

Cosmopolitan em decadência

Já os drinks martini, mojito e cosmopolitan já tiveram dias de mais popularidade. O fim da série “Sex And The City”, em 2004, marcou a maior alta no Google Trends do drink cosmopolitan, a bebida preferida da protagonista Carrie Bradshaw:

Foto: Reprodução
O fim da série “Sex And The City”, em 2004, marcou a maior alta no Google Trends do drink cosmopolitan
 

Interesses sazonais

Os gráficos mudam de forma de acordo com a época do ano em que as pessoas procuram por determinado alimento. A abóbora, por exemplo, é mais popular em outubro, mês do Halloween:

Foto: Reprodução
Abóboras ganham mais buscas durante o mês de outubro, devido ao dia das bruxas
 

O mesmo acontece com o champanhe, bebida que permanece pouco popular ao longo do ano, mas tem uma súbita procura conforme se aproxima o ano novo:

Foto: Reprodução
A procura pelo vinho dispara próximo ao dia 31 de dezembro
 

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante?

Entre aqui

Continue sua leitura

Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: