Ir direto ao conteúdo

Quantas pessoas estão no espaço agora e quem são elas

Um aplicativo para sistema iOS mostra em tempo real o número de astronautas e cosmonautas na estação espacial e traz informações sobre eles

 

Enquanto você lê este texto, seis pessoas estão no espaço: três cosmonautas russos, dois astronautas americanos e um francês. Eles estão fora da Terra há pelo menos 49 dias.

Três deles — Andrei Borisenko, Sergei Ryzhikov e Shane Kimbrough — estão no espaço há 78 dias. Eles são integrantes da nave Soyuz MS-02, que faz parte da Expedição 49 à Estação Espacial Internacional.

Já Peggy Whitson, Oleg Novitskiy e Thomas Pesquet estão no espaço há 49 dias e integram a segunda parte da Expedição 50 e devem ser transferidos para a Expedição 51, que terá início em março.

Os seis fazem parte de missões espaciais coordenadas pela Estação Espacial Internacional, uma organização de cooperação formada por 15 países. Cada missão contém duas expedições. Já foram 50 delas ao longo da história — daí a numeração.

Essas informações sobre a carreira e a vida pessoal dos tripulantes, além do número de pessoas atualmente no espaço, podem ser acessadas no aplicativo “People In Space - follow astronauts”, disponível para o sistema iOS.

As expedições à estação espacial servem para reparos e construção de novas instalações, pesquisas, treinamento e desenvolvimento tecnológico (por parte dos engenheiros).

Quem são as pessoas no espaço

Peggy Annette Whitson

Whitson é uma bioquímica de 56 anos, nascida no Estado de Iowa, nos EUA. Em outubro de 2007, Peggy Whitson e Pamela Melroy se tornaram as primeiras mulheres a comandarem suas missões espaciais ao mesmo tempo. Melroy, na ocasião, comandou o ônibus espacial que levou, além da sua equipe, a Expedição 16, liderada por Whitson. Em março deste ano, Whitson comandará a de número 51.

Em 2007, ela se tornou a mulher com maior tempo de atividade fora da espaçonave, acumulando 32 horas e 36 minutos. Tempo que ela própria ultrapassou dois anos depois, chegando a 39 horas e 46 minutos. Peggy Whitson deve retornar à Terra em maio de 2017.

Foto: Divulgação/Nasa
Retrato da americana Peggy Whitson
Atualmente em sua terceira expedição, Whitson acumula um total de mais de 400 dias no espaço
 

Oleg Viktorovich Novitskiy

Novitskiy tem 45 anos e nasceu em Belarus (antiga Bielorrússia). Ele se formou piloto militar na A. Myasnikov Military Pilot School. Lá ele se especializou em comando de aviação tática e se formou piloto-engenheiro. Na Terra, ele acumula cerca de 700 horas de voo.

A primeira missão espacial de Novitskiy foi em outubro de 2012, escalado para a Expedição 33. Ele retornará à Terra em maio deste ano.

Foto: Divulgação/Agência Espacial Russa
Retrato do cosmonauta russo Novitskiy
Novitskiy possui medalhas de honra do governo russo, como a ‘Por serviço militar notável’
 

Thomas Pesquet

Pesquet tem formação em design e controle de espaçonaves pela École Nationale Supérieure de l’Aéronautique et de l’Espace. Ele é francês e tem 38 anos.

Antes de ir ao espaço, ele trabalhou como controlador, se comunicando com astronautas que estavam trabalhando fora da Terra. A Expedição 50 é a sua primeira missão, e Pesquet está escalado para ser transferido para a seguinte. Ele retornará à Terra em maio de 2017.

Foto: Divulgação/Nasa
Retrato do astronauta francês Thomas Pesquet
Pesquet chegou ao espaço pela primeira vez em novembro de 2016
 

Andrei Ivanovich Borisenko

Borisenko nasceu em São Petersburgo, na Rússia. Ele tem 52 anos e está no espaço há 78 dias. Formado em Mecânica Militar pelo Instituto de Mecânica Militar de Leningrado, ele trabalhou como engenheiro do Exército russo entre 1987 e 1989.

Em seu currículo, Borisenko possui as Expedições 27, 28 e 49. Atualmente, ele participa da Expedição 50 e deve retornar à Terra em março deste ano.

Foto: Divulgação/Agência Espacial Russa
Retrato de Andrei Borisenko
A primeira expedição de Borisenko ao espaço foi em 2011
 

Sergey Nikolayevich Ryzhikov

Sergey Ryzhikov tem 42 anos. É um cosmonauta e piloto russo, além de tenente-coronel da Força Aérea Russa. Seu primeiro voo espacial aconteceu em outubro de 2016, a bordo da Soyuz MS-02.

Ele está no espaço há 78 dias, integrando as Expedições 49 e 50. Assim como Borisenko, ele deve retornar à Terra em março deste ano, quando a Expedição 51 terá início.

Foto: Divulgação/Agência Espacial Russa
Retrato de Sergey Ryzhikov
Ryzhikov voltará à Terra ao fim da Expedição 50, em março
 

Robert S. Kimbrough

Kimbrough é americano, nascido no Texas e tem 50 anos. Ele é, atualmente, o comandante da Estação Espacial Internacional. Seu primeiro voo espacial aconteceu em 2008.

Ele faz parte da primeira equipe selecionada e treinada pela Nasa após o acidente do ônibus espacial OV-102 Columbia, ocasião em que sete tripulantes morreram na explosão da aeronave, durante a reentrada na atmosfera terrestre, em 2003. Seu treinamento aconteceu entre 2004 e 2008. O inquérito apontou falhas técnicas como causa do acidente. Ele deve retornar à Terra em março deste ano.

Foto: Divulgação/Nasa
Retrato de Robert Kimbrough
Kimbrough é o atual comandante da Estação Espacial Internacional
 

Espaço se divide entre cosmonautas e astronautas

Hoje no espaço há três astronautas e três cosmonautas. A nomenclatura reflete a divisão do mundo durante a Guerra Fria.

Durante a corrida espacial, que se intensificou nos anos 1960, a União Soviética e os Estados Unidos nomearam de maneiras diferentes os seus tripulantes espaciais. Para os soviéticos, cosmonautas; para os americanos, astronautas. A nomenclatura diferente persiste até hoje, mesmo após o fim da Guerra Fria.

Além da diferença da origem, cosmonautas e astronautas tinham uma diferença conceitual. Um cosmonauta era uma pessoa que trabalha fora da Terra. Já um astronauta, na definição americana, era alguém treinado para pilotar uma espaçonave, além de ter amplo conhecimento técnico sobre o espaço.

Hoje, os termos são apenas heranças do período de disputa bélica e espacial protagonizado pelos EUA e União Soviética. Astronauta e cosmonauta são sinônimos, de acordo com dicionários em português.

Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.

Já é assinante?

Entre aqui

Continue sua leitura

Para acessar este conteúdo, inscreva-se abaixo no Boletim Coronavírus, uma newsletter diária do Nexo: