Como as expressões ‘sqn’ e ‘tá serto’ ajudam a entender uma ironia

Em artigo acadêmico publicado em dezembro, professoras da Unicamp  mostram como a internet está criando alternativas a recursos orais

     

    Soluções como as carinhas simplificadas chamadas de “emojis” buscam traduzir para o mundo digital nuances das quais o texto corrido não daria conta.

    Elas são necessárias porque mensagens escritas não contam com o recurso da entonação da voz ou o gestual das mãos para transmitir sentimentos como raiva, tristeza ou desespero.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.