Quem foi o engenheiro de som que ajudou a definir a sonoridade dos discos de jazz

Rudy Van Gelder gravou milhares de sessões de jazz clássicas, como ‘A Love Supreme’, de John Coltrane

    Temas
     

    Praticamente todos os nomes do jazz do século 20 - de John Coltrane a Stan Getz, passando por Charlie Parker, Thelonious Monk e Ornette Coleman -  compartilham uma característica: tiveram álbuns gravados pelo engenheiro de som Rudy Van Gelder.

    Morto em agosto de 2016, aos 92 anos, Van Gelder foi quem determinou as condições técnicas para que alguns dos álbuns mais importantes da história do jazz soem da forma que conhecemos hoje.

    PARA CONTINUAR LENDO,
    TORNE-SE UM ASSINANTE

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.