Por que a aprovação do teto de gastos é tão importante para Temer

Proposta que impõe limites de despesas ao governo é a base para que presidente tente aprovar reformas e o primeiro sinal ao mercado de que pretende ajustar as contas públicas

     

    O presidente Michel Temer passou pelo seu primeiro teste na Câmara nesta segunda-feira (10). Com 366 votos favoráveis, 111 contrários e 2 abstenções, deputados aprovaram a PEC 241, que cria um teto de gastos para o governo federal.

    A Proposta de Emenda à Constituição muda a maneira como a União gasta o dinheiro público e, até agora, simboliza a primeira proposta relevante de Temer aprovada pelo Legislativo desde que ele se tornou presidente, em maio, com o afastamento de Dilma Rousseff do Palácio do Planalto.

    ASSINE O NEXO PARA
    CONTINUAR LENDO

    Tenha acesso ilimitado e apoie o jornalismo independente de qualidade

    VOCÊ PODE CANCELAR QUANDO QUISER
    SEM DIFICULDADES

    Já é assinante, entre aqui

    Todos os conteúdos publicados no Nexo têm assinatura de seus autores. Para saber mais sobre eles e o processo de edição dos conteúdos do jornal, consulte as páginas Nossa equipe e Padrões editoriais. Percebeu um erro no conteúdo? Entre em contato. O Nexo faz parte do Trust Project.